segunda-feira, 11 de abril de 2011

Lido: Sonhos e Responsabilidade em Tondela

Sonhos e Responsabilidade em Tondela é um conto de Alexandre Andrade, contado na primeira pessoa, num estilo epistolar, por alguém que basicamente assiste ao desenrolar dos acontecimentos. Estes centram-se na chegada a Tondela de um excêntrico treinador de basquetebol / encenador de teatro, e no redemoinho de mudanças e tentativas de mudança que este indivíduo vai trazer àquela pequena e conservadora cidade beirã. Bem escrito, o conto debruça-se sobretudo sobre os limites impostos a cada um de nós pelo meio que nos envolve, e pela rejeição social que ameaça todos os que procuram ultrapassá-los. É, portanto, um conto com interesse, mas confesso não ter gostado muito. Achei-o demasiado longo e lento para a história que conta e as longas descrições psicológicas das personagens sempre me aborreceram, especialmente quando não estão contidas em romances, em que há tempo e espaço para se diluírem no meio de muitas outras coisas, mas em obras mais curtas, onde acabam por ocupar uma proporção de texto que quase sempre me parece exagerada. E especialmente quando muita dessa descrição se torna desnecessária por ser óbvia com base naquilo que a personagem faz.

Este foco na construção psicológica das personagens é, contudo, uma das mais marcadas características do mainstream. De tal modo marcada, na verdade, que talvez se possa mesmo chamar-lhe regra. E este conto é absolutamente fiel a essa regra. Quem se delicia com este tipo de coisa tem aqui pratinho cheio. Não é o meu caso mas será o de muitos outros leitores.

4 comentários:

  1. Insólita descoberta. Onde posso encontrar este conto? Está publicado em livro?
    Fiquei curiosa em saber que dilemas existenciais terão sido causados a um forasteiro na chegada de chofre à minha pequena e conservadora (nem eu o diria melhor) terra natal.

    Mas come-se lá bem :D

    ResponderEliminar
  2. Em livro não sei. É possível. Mas está publicado na revista Ficções, nº 16.

    ResponderEliminar
  3. Sabes onde posso encontrar a revista à venda? Não me parece que esteja está à venda nos locais habituais e uma pesquisa rápida não me esclareceu esta dúvida.

    ResponderEliminar
  4. Bem, eu encomendei o meu exemplar à Wook, mas já foi há algum tempo e não te sei dizer se entretanto esgotou ou não. É tentares. Boa sorte.

    ResponderEliminar