sexta-feira, 24 de junho de 2011

Lido: Las Pelotas que Vinieron del Espacio

Las Pelotas que Vinieron del Espacio, do espanhol Ángel Torres Quesada, é um conto de uma ficção científica mais ou menos humorística, ou talvez mais satírica do que propriamente humorística. Baseado nos clichés do primeiro contacto e da invasão alienígena, e sabendo perfeitamente que é em clichés que se baseia, o conto usa-os para elaborar uma alegoria ao comportamento abusivo das empresas que maximizam o lucro à custa do cliente, estendendo-lhe ratoeiras e encurralando-o em lugares de onde não consegue sair. O tema é intemporal mas, talvez por causa disso, já foi tratado de todas as formas e feitios e ele próprio também já se transformou em cliché. Apesar disso, o conto de Quesada tem alguma originalidade na forma que a armadilha toma: umas bolas que os ETs trazem, baratíssimas, que fornecem durante cerca de um ano quantidades ilimitadas de energia. O problema é o que lhes acontece depois...

Não gostei por aí além. O conto não me pareceu lá muito bem escrito e, embora não me incomode com o reutilizar de clichés, em especial quando ele é feito de forma consciente (como já disse várias vezes), aqui achei a quantidade excessiva e a subtileza insuficiente. Podem avaliar por vocês mesmos aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário