sábado, 11 de abril de 2015

Lido: A Encenação

A Encenação (bibliografia), conto de José Manuel Lopes, é outra história alternativa com bastante interesse (duas de seguida! uau!), principalmente porque não se conforma ao plano ficcional específico de si própria, se me perdoarem a frase bombástica.

É que a história tem vários níveis. No primeiro, é uma história relativamente simples na qual se conta com detalhe como, por que motivo e através de que personagens falhou uma conspiração que pretendia matar o rei no ano de 1908, com o objetivo último de acabar com a monarquia. Quem saiba algo da história de Portugal, sabe que essa conspiração não falhou, o que nos coloca na alternativa histórica que é imagem de marca do género história alternativa.

Mas por trás desse nível, há outro. Um subtil jogo com a ideia de universos paralelos, e até mesmo algumas alusões metaficcionais, que o autor introduz no texto por intermédio de sonhos e devaneios. É coisa arriscada, que nem sempre sai bem. Na verdade, na maior parte das vezes sai mal. Mas o resultado, aqui, é interessante, porque Lopes consegue inverter a situação bem o suficiente para que o leitor como se se entreveja nos interstícios da história e ache isso natural.

Não me parece que seja conto que agrade a toda a gente, mas a mim agradou.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário