quarta-feira, 6 de agosto de 2003

Spamesia (85)

Tinha ficado no domingo. Não neste domingo de fogo que passou, mas no outro da semana anterior. Na segunda-feira seguinte (não esta, mas a outra), recebi 41 mensagens de spam, entre as quais vinha uma do tipo mais benigno que existe no spam: uma mensagem a apelar à assinatura de uma petição online, para defesa de um espaço natural ameaçado, no caso o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina. Já agora, e caso estejam interessados, a petição está aqui. Pois a senhora que me enviou a petição intitulou a sua mensagem como "O sul, o sol, o sal". Não se deita fora um título destes, não é?

O sul, o sol, o sal

No sal do sul, o sol saliva
sonolentamente
em salvas de saudades
pelas selvas silenciosas
de Ceilão

Saberão elas desta solidão?

Sem comentários:

Enviar um comentário