terça-feira, 1 de agosto de 2006

Algarvios, agarrem-se

Aí vêm os bárbaros!

Alguns, aliás, já cá estão há alguns dias. É vê-los aos berros pela rua às duas da manhã, ou a fazer ralis (com carros provavelmente alugados) à uma.

Os bárbaros, depois de encherem esta terra de lixo durante mês e meio (quinze dias cada bando) voltarão para as suas, a falar mal dos bárbaros que encontraram por cá.

E antes que me caiam em cima, não, nem todos os turistas são bárbaros. Os bárbaros são quase sempre turistas portugueses. Os estrangeiros, mesmo os que para cá vêm em "trabalho" assaltar carros, roubar carteiras ou vender aquelas coisas que não se vendem no comércio tradicional, tendem a ser bem mais discretos.

E se mesmo assim me quiserem cair em cima, não, nem todos os turistas portugueses são bárbaros. A percentagem nem sequer deve ser grande, talvez uns 10% ou até menos. Mas é muito mais do que suficiente para infernizar a vida a todos os demais.

E se mesmo assim me quiserem cair em cima, se forem do sexo feminino e não muito pesadas, já podem.

Sem comentários:

Enviar um comentário