terça-feira, 6 de maio de 2003

Transformar spam em arte (2)

Esta coisa de transformar lixo em arte começou aqui há uns anos largos por uns tipos descabelados que encaravam a coisa sob um aspecto tridimensional: os escultores de vanguarda. Segundo o Paulo Portas e respectivos amigos, o que eles faziam (e continuam a fazer) não passava da simples transformação de lixo em lixo. E às vezes até era.

Quanto ao que eu faço, fica à vossa consideração. O spam de hoje intitulava-se "Are you happy?"

Está feliz?

Maria ouve a pergunta, coçando o nariz:
“Se estou feliz?
Que quer dizer com isso de estar feliz?
Tenho um bom marido, um óptimo petiz
Agora se estou feliz...
Francamente não sei. O horóscopo não diz.”

2 comentários: