segunda-feira, 5 de maio de 2003

Transformar spam em arte

Recebo dezenas de spams diários. Chegam-me de todos os lados aos magotes, anunciando, aliciando, contaminando, irritando. São uma praga.

Mas hoje, resolvi tentar transformar spam em arte. Olhei para os títulos das mensagens e, no meio das ofertas de próteses penianas, viagra, fraudes de IRS, sexo do melhor e demais vertentes dessa cacofonia publicitária, encontrei uma mensagem intitulada "Blinding self fascination".

E escrevi:

Auto-fascinação cegante

Ontem ceguei com a fascinação que senti por mim
e ao cegar senti que sem ti fico cego e frio, assim

Sem comentários:

Enviar um comentário