quarta-feira, 18 de junho de 2003

Spamesia (44)

Doze, meus caros, doze. As comportas do lixo electrónico vão-se fechando, vá-se lá saber porquê. E o campo de escolha de títulos vai-se estreitando proporcionalmente. Hoje havia um quie dizia "Red Special", e eu respondi-lhe "tá bem":

Vermelho especial

O vermelho especial percorre as ruas
em busca dos sinais do futuro
que mais ninguém quer perceber
Encosta-se às paredes e observa
os cães vadios que revolvem o lixo
em busca de um osso, um fruto, um naco de pão
Esgueira-se entre os carros parados
uns decrépitos, outros bem escanhoados
e procura neles as marcas do pó

O vermelho especial observa durante muito tempo
mas depois pára, ergue os braços e o rosto, fica mais alto
e antes que as botas ferradas o atravessem com os seus ferros
grita bem alto ao vento a verdadeira natureza das coisas

Morre então, o vermelho especial
enchendo de vermelho as casas, brancas de cal

Sem comentários:

Enviar um comentário