quarta-feira, 17 de dezembro de 2003

Spamesia (221)

Nestes entretantos de ausência, o spam marcou a sua habitual presença. Resultado: uma semana inteira de spam acumulado. O de quinta-feira foi curto, só 59 mensagens, e nestas uns títulos muito chungosos. Peguei no que dizia "Impress the daylights out of her! bwjr", deitei fora o "bwjr", aldrabei a tradução do resto e escrevi:

Impressione-a como a luz do dia

Impressione-a como a luz do dia
basta fazer dois passes de magia
e dizer daquelas coisas
falsas mas doces
com os olhos semi-cerrados em sorrisos doces
e as mãos entrecruzadas numa timidez doce
tudo muito suave, muito doce
Basta fazer de conta que se é um sol
brevemente passeando pelo rés da terra
a mesma táctica que já resultava na adolescência
mas que parece que nunca atinge a obsolescência

Porque ela tem um sexto sentido,
diz ela, que está sempre em sentido,
raramente tem dúvidas e nunca se engana
nem mesmo das vezes que se engana

Sem comentários:

Enviar um comentário