domingo, 28 de dezembro de 2003

Spamesia (237)

Ontem, sábado, chegaram-me 64 spams, um valor bem menor do que o fluxo de antes do natal. De todos os títulos (que não eram 64, devido a repetições e a spams com títulos em branco) o melhor pareceu-me ser o que dizia "super loads". E lá saiu um:

Super cargas

Há pessoas que têm rostos feitos palha
e cabelos como juncos, estaladiços e crespos
rodeando olhos que são écrans para planícies
Vemo-las sentadas sobre os calcanhares
nas bermas das estradas dos países pobres
fundindo-se com a terra como se cobertas
de uma pele mimética como a de um polvo
Vemo-las e quase que nos apercebemos
de que poderíamos também nós estar ali
reduzidos à condição de excrescências
de um planeta que nos põe nos ombros
a responsabilidade pela própria sobrevivência
Bastaria sermos forçados a carregar nos ombros
as super cargas da fome e da miséria

Sem comentários:

Enviar um comentário