quinta-feira, 1 de janeiro de 2004

Spamesia (241)

E com o spam do último dia do ano se faz o spamema do primeiro dia do novo ano. Foram 67, os spams de 31 de Dezembro, e um trazia um título bastante apropriado a um spamema de renascimento: "It won't ever die..................... h". Há aqui algum lixo, é certo, mas para isso existem caixotes do lixo, e se olharem para o meu lá irão encontrar uma série de pontos e um agá. O resto está aqui:

Nunca morrerá

Dizem que não há nada a fazer
que tudo está traçado
que o futuro é questão de detalhe
que está perfeitamente encaixado
no buraco que foi para ele escavado
pelo passado
que não é possível melhorá-lo
apenas, talvez
— e só talvez —
atenuá-lo

Dizem que só nos resta morrer
hedonisticamente
com um sorriso permanente nos lábios
feito de papel de cenário

Mas por mais que se tente
pôr em prática o sonho
de um futuro diferente
e por mais que se falhe
a verdade é que o sonho é eterno
e nunca, enquanto houver olhos
capazes de sonhá-lo
nunca morrerá

Sem comentários:

Enviar um comentário