sexta-feira, 9 de janeiro de 2004

Spamesia (249)

Quinta-feira foi dia de pouco spam (57 mensagens) e muito maus títulos. Escolhi "colombo andesine", mais pelo desafio de criar alguma coisa com um mínimo de pés e cabeça a partir daquilo do que por me inspirar de algum modo, e escrevi:

A andesina de Colombo

Incrustada na bengala de Colombo
havia um bocado de andesina
que um dia lhe foi dado por um pombo
que lhe disse «Ó Colombo!
Tu vê lá se envergonhas a família!»

Razões havia para que o pombo
assim expressasse os pensamentos
por detrás de todos os fingimentos
à humanidade sempre envergonhou
quem vê lugares que nunca pisou

E assim, ao chegar às novas ilhas
do bolso da jaqueta tirou Colombo
a pedra que lhe foi dada pelo pombo
e pensou: «Para mim, tantas milhas
e de ti só restam filhos e filhas!»

Não era poeta o velho marinheiro
pois se o fosse teria feito no momento
uma ode ao fluxo imparável do tempo
que arrasta consigo o mundo inteiro

Mas quis recordar-se daquele pensamento
e por isso de andesina fez um monumento

Sem comentários:

Enviar um comentário