quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Lido: Una Antigua Máquina del Tiempo

Ainda na mesma página, descemos até à décima terceira história e encontramos Una Antigua Máquina del Tiempo, do espanhol Raúl Alejandro López Nevado. Trata-se de um conto irónico e bem concebido, repleto de subtileza, e que, levando o leitor pela mão numa determinada direção, lhe acaba por apresentar precisamente o que o título indica: uma antiga máquina do tempo. Realmente antiga. E por aqui me fico; o conto é muito curto e dizer mais seria revelar demais. Muito bom.

Sem comentários:

Enviar um comentário