sábado, 2 de outubro de 2010

Lido: A Cadeira Abandonada

A Cadeira Abandonada (bib.) é um conto curto de António de Macedo que parte de uma ideia e cria uma ambiência muito próxima dos contos tradicionais, o que é tão assumido que a história até começa com o tradicionalíssimo "era uma vez". Um homem arranja uma cadeira mágica, que dá ideias a quem nela se senta mas, como costuma acontecer neste tipo de contos, não as dá de forma gratuita: o ato de sentar na cadeira e obter ideias, se muitas vezes repetido, torna-se perigoso. A partir desta ideia base Macedo cria uma série de peripécias divertidas e irónicas, e constrói um conto igualmente divertido e irónico, cujo principal defeito talvez seja ser um pouco longo demais. Uma página e um par de peripécias a menos, e seria mesmo, mesmo bom. Mas é um bom conto. Com humor e inteligência q.b. e sem excessos de esoterismo. Aprovado.

Sem comentários:

Enviar um comentário