terça-feira, 2 de agosto de 2011

Lido: A Torre Derrocada

A Torre Derrocada (bib.) é um conto de terror de A. Osório de Vasconcelos que parte de um presente em que algures, junto à costa, existem as ruínas de uma velha torre, para logo levar o leitor ao passado quinhentista a fim de lhe contar uma história que teria dado origem a uma superstição local. Uma donzela que nela teria habitado, enamorada de um jovem embarcado, cujo regresso espera, impaciente, é acometida pela tragédia quando, primeiro, o amado morre já à vista de terra e, depois, ela própria se lança da torre para o mar, atraída pelo sobrenatural demoníaco. Apesar do sempiterno elemento maniqueísta, que embora compreensível e universal nas histórias oitocentistas não deixa de ser cansativo, e de algum excesso de adjetivação, é um conto interessante e que consegue com eficácia não muito comum criar um clima de tensão. Ou então fui eu que o li em dia de trovoada. Seja como for, gostei.

Sem comentários:

Enviar um comentário