sábado, 22 de março de 2014

Lido: Entrada no Céu

Entrada no Céu é mais um continho de Mia Couto que, desta vez, nada tem de fantástico. O protagonista é um homem, negro, moribundo, que reflete, na primeira pessoa, em dúvidas teológicas sobre a entrada no paraíso, fazendo a associação com um antigo caso de discriminação (e de amores, naturalmente) ocorrigo consigo no Moçambique colonial e racista. Tem a habitual qualidade invulgar da prosa de Mia Couto, mas não foi dos contos que mais me agradaram, talvez por me parecer que tenta meter demasiadas coisas no curto espaço de três páginas e picos. É certo que consegue, mas não me parece que o faça com tanta eficácia como noutros contos do autor.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário