sexta-feira, 21 de março de 2014

Lido: Xochiquetzal em Cuzco

Xochiquetzal em Cuzco (bibliografia) é, nesta versão que (re)li, uma noveleta de Carla Cristina Pereira. Entretanto, este texto já foi expandido e já "mudou de autor", após a revelação da verdadeira identidade da amiga Carla que, na altura em que este livro saiu, ainda era segredo bem guardado.

Nesta história alternativa, que reimagina um Império Português centrado nas Américas e não nas costas africanas e índicas, vamos acompanhar Xochiquetzal, uma princesa asteca que uma astuta política de alianças com os grandes impérios pré-colombianos (que, nesta linha temporal, não seriam propriamente pré-colombianos) fez casar com Vasco da Gama, nas viagens em que acompanha o marido ao longo de três oceanos até regressar ao seu continente de origem. Ou por outra: ao continente situado a sul do seu continente de origem.

Tudo é contado segundo o ponto de vista de Xochiquetzal: é ela a narradora da história, e esse é um dos principais motivos de interesse que aqui se encontram. Vemos os velhos navegadores portugueses, as suas ideias, os seus valores, as opções que tomam, através de olhos astecas e femininos. Outro particular motivo de interesse é a linguagem utilizada, que não será propriamente o português arcaico de Quinhentos mas o simula com certa eficácia, semeando-o de palavras em línguas americanas numa contaminação que sem dúvida aconteceria em tal situação. Por outras palavras, esta história vale mais pela construção do mundo ficcional que lhe está subjacente do que propriamente pela história em si. Esta é mais pretexto do que fulcro, embora também tenha os seus momentos, nomeadamente na parte final da noveleta, quando Vasco da Gama e companheiros, sempre com Xochiquetzal como testemunha, intervêm numa disputa dinástica no Império Inca, o qual é, nesta realidade alternativa, vassalo da coroa portuguesa.

Trata-se de uma noveleta muito interessante para quem gosta de história alternativa, se bem que leitores menos interessados pelo tema possam achar demasiadas as páginas dedicadas mais à ambientação alo-histórica do que propriamente ao desenvolvimento do enredo. Julgo que a sua leitura também beneficia da leitura prévia de uma outra história da "Carla": Xochiquetzal e a Esquadra da Vingança, o conto que apresentou ao público este universo ficcional, e com grande sucesso.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário