quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Lido: Nas Ruínas do Laboratório Subterrâneo

Nas Ruínas do Laboratório Subterrâneo é mais um texto muito curto de Luiz Bras, quase um poema, na verdade, que transporta a metamorfose kafkiana (mas kafkiana mesmo, pois o protagonista desta história é chamado Gregor Samsa, só não fica claro se ironicamente ou não) para um cenário de laboratório decadente, típico da ficção científica. Literariamente muito forte, é daqueles contos que se preocupam apenas em traçar um cenário e sugerir a história ou as histórias subjacentes a esse cenário, sem chegarem a sequer tentar concretizá-las. Os fãs de FC mais tradicionais não costumam gostar de histórias destas. Eu gosto de algumas, mas esta deixou-me ambivalente: gostei muito da forma, menos do conteúdo.

Textos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário