segunda-feira, 21 de julho de 2003

Spamesia (76)

No sábado, houve só 19 spams, quase todos com títulos péssimos. Dos poucos aproveitáveis peguei num "massive improvements possible" e fiz um spamema que não era de certeza o que o spammer tinha em mente:

São possíveis melhoramentos massivos

As elites passeiam-se em piqueniques
festas e jogos de pesos nas testas
vestidos jóias brincos gravatas e bravatas
copos nas mãos, olhares malsãos
derramados em cataratas pataratas
restos de cocaína nos narizes, felizes
e os bolsos divididos entre prozac e gurosan
há que se ser bom-vivant

Do outro lado moram os olhos roucos de quem está desempregado
mal empregado homem inútil
e cada gesto é um gesto fútil
um velho precoce na sombra da sua solarenga catacumba

Na televisão fala o ladrão
o porco imundo que corre o mundo
adormecendo consciências numa torrente de palavras
como qualquer charlatão
que indecência
que insuportável suaxcelência

As elites dos piqueniques
cada vez mais chiques
e o desempregado que é só um número
cada dia mais perdido no meio de inúmeros outros números
devem a existência ao charlatão
àquele cão

Numa nota de esperança, estamos vivos
e enquanto a morte se mantiver por outra qualquer região
são possíveis melhoramentos massivos
por vezes, basta matar o charlatão

Sem comentários:

Enviar um comentário