quarta-feira, 3 de setembro de 2003

Spamesia (117)

Sexta-feira, e idem aspas. A mailbox não era uma porta de entrada, mas sim uma porta através da qual só se passava com autorização especial. Obtiveram-na 21 mensagens inúteis, entre spam, vírus e respostas a vírus, e eu resolvi tornar útil aquela que trazia no título a palavra "URGENT."

Urgente

É urgente arranjar uma forma de descerrar os punhos
e deixar de comprimir os lábios numa linha fina
é urgente acabar com o ranger de dentes
que espirala cóclea acima soando ao cordame de veleiros
é urgente parar e ficar a olhar para o mar
e perder-me no seu ritmo, esquecendo, renascendo

Sem comentários:

Enviar um comentário