segunda-feira, 15 de setembro de 2003

Spamesia (130)

Quinta-feira trouxe outro batalhão de 51 membros, entre os quais havia um que dava para adulterar: "Last forever in the bedroom,". Nunca o spammer imaginaria que tal título, depois de uma tradução ligeiramente errada, fosse resultar em algo como isto:

Permanece para sempre, no quarto

A fronteira é defendida por uma porta
já um pouco torta
que se abre só através do telecomando
e tem uma portinhola
por onde entra a comida e uma ou outra esmola
e os papéis da escola
A um canto aparece de quando em quando
uma paisagem de azulejos
que exala um cheiro a lixívia e formol
quando há vontade
é aí que fica o alívio e um pouco de intimidade

Câmaras cobrem cada ângulo, e tu não sabes
o quarto é o teu mundo
e não tens qualquer ideia dos que te olham de outro mundo
de olhos pisados de cansaço
e um olhar baço, feito de um tempo que se faz escasso
e tu, actor involuntário
és pago com a mentira que faz mira e te retira
a vontade de sair e de rir
e tu, grato por te ajudarem a não existir
agradeces, representando

Sem comentários:

Enviar um comentário