sexta-feira, 2 de abril de 2004

Spamesia (330)

Na segunda-feira o lixo voltou a dar um grande soluço, subindo até às quase redondezas das 101 mensagens. Mesmo assim, talvez as prefira a dálmatas, especialmente tendo em conta que uma delas carregava o nome de "misanthrope", o que deu para fazer o que se segue.

Misantropo

O misantropo esconde-se como lobo acossado pelos clarins dos caçadores
vê-se a si próprio como velho licantropo nu de pêlos e caninos
e mergulha, sozinho tal e qual veio ao mundo, num mundo falso
feito das fugas criativas de muitos outros misantropos
cada verso um pé de vinha, cada letra uma abelha, cada ponto uma pedrinha
à espera que um dia acabe a luz da lua e ele possa, afinal, parar de uivar

Sem comentários:

Enviar um comentário