domingo, 18 de abril de 2004

Spamesia (344)

Na segunda-feira o número de spams subiu à antiga emergência, o que é uma maneira um pouco pateta de dizer que subiu até às 115 mensagens. A escolhida trazia o título de "Pollux".

Pollux

Para quem a vê daqui
(isto é: para quem a sabe distinguir
no meio da multidão de coisas
que cobrem o nosso céu
de mistérios em camadas sobrepostas)
Pollux não passa de uma
luzinha sumida na distância

Mas a 40 anos-luz daqui
quem sabe se outros olhos não verão
uma estrela alaranjada
um pouco mais fria que a nossa
um pouco mais escura que a nossa
um pouco mais deles que a nossa
que para eles seria apenas uma
luzinha sumida na distância

Na verdade, tudo é relativo
até mesmo o calor das estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário