segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Lido: A Vida e o Fio-de-Prumo

A Vida e o Fio-de-Prumo é mais um conto de Rhys Hughes que descende diretamente de um conto de Jorge Luis Borges. Hughes pega nas personagens criadas por Borges no seu conto La Muerte y la Brújula e cria um conto matemático bastante interessante, sobre uma série de crimes que são cometidos segundo um padrão. Uma dessas personagens, Scharlach, é um notório bandido. A outra, Lönnrot, é um detetive que o bandido matou ainda no conto de Borges, e que regressa à vida neste conto de Hughes através de um acordo que o seu assassino faz com um redator que pretende adotar a identidade do detetive. Confuso? Pois. E ninguém dá pela diferença. Inverosímil? Com certeza. Estamos a falar de contos de Rhys Hughes, afinal. Mas bem executado, tanto enquanto pastiche como simplesmente enquanto obra de ficção.

Sem comentários:

Enviar um comentário