domingo, 31 de julho de 2011

Lido: Guerra Interplanetária

Guerra Interplanetária (bib.), um conto curto do autor romano Luciano (século II d.C), extraído de uma obra mais vasta intitulada Uma História Verídica ou História Verdadeira nas duas edições portuguesas de que tenho notícia, é bem capaz de ser o mais antigo percursor da ficção científica de que há memória, se descontarmos os grandes mitos das civilizações antigas. Trata de uma viagem fantástica feita por um grupo de marinheiros determinados, os quais, após partirem para ocidente a fim de descobrirem onde termina o mar, são deste erguidos no ar por uma ventania e vão parar à Lua, cujos habitantes estão em guerra com o Sol. Simultaneamente muito ingénuo e muito surrealista, o texto faz lembrar algumas obras de autores borgesianos, algumas obras portuguesa encaixadas na FC, nas quais os lugares do espaço não passam de nomes mais ou menos poetizados sem qualquer relação com as suas características reais, e também uma certa forma de criar literatura para crianças. Pessoalmente, achei fascinante ver quão antigas são as raízes de tudo isso, e quão arquetípicas algumas dessas raízes se revelam. É esse, quanto a mim, o principal interesse deste texto.

2 comentários:

  1. Tenho o livro História verdadeira, da Estampa, traduzido da versão francesa de Perrot d'Ablancourt. Os comentários dessa versão são hilariantes. A não perder.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. Realmente, depois de ler esta história fiquei cheio de vontade de ler o resto do livro...

    ResponderEliminar