sexta-feira, 8 de julho de 2011

Lido: Ho! Ho! Ho!

Ho! Ho! Ho! é um minúsculo conto de Rui Zink, que cumpre cabalmente a primeira parte da premissa — é de natal; aliás o protagonista é o sacrossanto velho de barbas brancas sempre cocacolianamente vestido de vermelho — mas nem por isso cumpre a segunda — ser humorístico. É irónico, mas a ironia é amarga. É fantástico, claro, e só podia sê-lo com aquele protagonista. E também é anacrónico, ou se calhar antigo, algo que o Zink tinha no baú dos textos velhotes e recuperou para a antologia razoavelmente moderna em que o inseriu. Seja como for, fala de astronautas na estação espacial Mir, agora que os astronautas já só habitam na ISS (ou EEI, em português, mas ninguém conhece esta sigla) há alguns anos. Eu gostei. Não gostei assim muito, mas gostei.

Sem comentários:

Enviar um comentário