domingo, 10 de julho de 2011

Lido: Inspecção Periódica

Inspecção Periódica é um conto de José Bandeira, muito bem escrito e repleto da ironia fina típica do autor. Em tom de caso verídico, usando-se a si próprio como personagem, relata um acontecimento insólito que se teria passado em vésperas de um Natal qualquer, largos anos antes do presente, no meio do trânsito lisboeta. Vindas aparentemente de nenhures, passam por ele e pelo seu carro tampas de jantes em grande velocidade, abalando-lhe seriamente a habitual compostura e racionalidade. Não é conto de gargalhada, mas é conto de sorriso contínuo. E além disso tem um toque de fantástico: de onde vieram as tampas? O espírito racional garante que só podia ser de algum carro indetetado pelo protagonista. Mas o conto está concebido por forma a deixar no ar a dúvida. Todorov aprovaria.

Sem comentários:

Enviar um comentário