sexta-feira, 8 de julho de 2011

Lido: La Asombrosa Historia de Enrique y el Horror Tentacular de Venus

La Asombrosa Historia de Enrique y el Horror Tentacular de Venus, do espanhol Victor Conde, é um conto de ficção científica em que a ficção científica de que o conto se compõe é completamente secundária face a outras coisas. O protagonista é um escritor de FC de fandom, totalmente amador, portanto, publicando apenas em fanzines, e mergulhado até à testa nas mesquinhas discussões e invejas e rivalidades tão típicas dos fandoms de FC e de literatura fantástica em geral. Este escritor, que afirma achar a FC da idade de ouro uma patetice infantil cheia de monstros de olhos esbugalhados sem sentido e repletos de clichés, vê-se confrontado com um monstro de olhos esbugalhados saído de um disco voador, que lhe entra em casa precisamente à procura das publicações que o progatonista possa ter da tal FC da idade de ouro. E o protagonista converte-se, passa a acarinhar a velha FC que antes denunciava com enorme violência.

O conto é, portanto, e no fundamental, uma sátira aos mundinhos limitados e limitativos dos fandoms, e também uma declaração de amor à FC clássica. Ironicamente q.b., está tão repleto de autorreferências e camadas e (parece-me) tão bem escrito que se afasta bastante dessa mesma FC clássica. Foi esta incoerência que achei mais interessante no conto, e foi ela que mais me fez gostar dele. Sim, gostei do conto. Estou muito em desacordo com a ideia de FC que ele promove, mas gostei. Podem lê-lo aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário