terça-feira, 26 de julho de 2011

Lido: Las Granadas del Tiempo

Apesar do título em espanhol, Las Granadas del Tiempo é um conto portuguesíssimo, de Amadeu Lopes Sabino, no qual o protagonista, um velho antifascista forçado ao exílio, regressa a Madrid e aí percorre os velhos locais por onde um outro eu mais novo passara, contando a história dessa primeira visita em paralelo com a da segunda. É uma obra nostálgica, pela qual perpassa a saudade por um mundo mais simples de ideais puros, ainda não corrompidos pelo tempo e pela dúvida, que percorre os circuitos clandestinos e a psicologia daqueles que combateram as ditaduras ibéricas nos anos 60. E além disso está muito bem escrito. Gostei bastante deste conto.

Sem comentários:

Enviar um comentário