sábado, 23 de julho de 2011

Lido: O Condutor Nocturno

O Condutor Nocturno (bib.) é um conto curto de Italo Calvino que, tal como o anterior, nasce duma situação aparentemente simples e parte à desfilada no exame minucioso de todas as suas ramificações lógicas. A situação: um homem (X, supõe-se) tem uma relação com uma mulher (Y) que vive noutra cidade e, após uma briga telefónica, decide fazer-se à autoestrada para ir falar com ela e tentar remediar a situação. A coisa é complicada pela existência de um rival (Z), o qual, na imaginação de X, se irá imediatamente aproveitar do atrito, e também pela possibilidade de a mesma ideia de se fazer à autoestrada para tentar remediar o que for remediável ter passado pela cabeça de Y, o que levaria a um desencontro que, em vez de beneficiar a relação só a prejudicaria mais um pouco. Um autêntico enredo. E um enredo que vai sendo cada vez mais abstratizado até levar a um ciclo fechado bem surrealista. Outro conto que não é para toda a gente, e do qual gostei bastante.

Sem comentários:

Enviar um comentário