sábado, 23 de julho de 2011

Lido: Que Diabo de Natal

Que Diabo de Natal é um conto de fantasia de Nuno Duarte que vai buscar o sempiterno tema faustiano do homem que entra em negócios com o diabo. Desta feita, o homem é uma espécie de alter ego do autor (e de tantos outros, autores e não só), um tipo dado aos livros e aos interesses próprios e que tem alguma dificuldade em fazer com que a namorada aceite essa faceta da sua personalidade. É depois dela o pôr com dono, que é como quem diz mandá-lo à fava, que o protagonista vai negociar com o diabo. Mas o que este quer não é bem o que estava à espera: é simplesmente, ou talvez não, passar um natal tradicional. Com ele. É um conto divertido, bem concebido e bem escrito, dos pontos altos do livinho em que se inclui.

Sem comentários:

Enviar um comentário