sábado, 2 de julho de 2011

Lido: Tê Índice Zero

Tê Índice Zero (bib.) é um conto de Italo Calvino que começa com um homem, de arco retesado, a enfrentar um leão que prepara um salto para o atacar e a partir daí parte numa exploração do espaço e do tempo que chega quase a ser delirante. É um conto com muito de matemático, mas com muito mais de cosmológico, pois lida com conceitos mais ou menos complexos da física e da especulação em volta de paralelos espaçotemporais. Não gostei muito do conto em si, confesso, mas o que de mais curioso nele vi foi achá-lo tão adequado como introdução à história alternativa e a toda a ficção científica (e alguma fantasia também) que lida com universos paralelos. É que está aqui tudo explicado com um pormenor que até pode chegar a ser excessivo, com base no homem, na seta e no leão e em todas as ramificações que o tempo e o espaço podem adotar a partir desse momento e local. Um autêntico manual, digo-vos eu.

Sem comentários:

Enviar um comentário