domingo, 28 de fevereiro de 2016

Lido: Contos Memórias

Contos Memórias é mais uma das pequenas antologias que o DN e o JN publicaram há alguns anos, como leituras rápidas de verão. Esta contém "reflexões sobre a natureza humana," segundo vem indicado na capa, e desta vez concordo plenamente. São três contos, todos bons, que, uns de uma forma, outros de outra, falam aos leitores de uma ou outra faceta da vivência humana. São múltiplos os temas aqui abordados, o que é notável para um livrinho de 60 páginas. Fala-se de racismo, fala-se de violência, fala-se de justiça, fala-se de religião, fala-se de memória, fala-se de mentira, por aí fora.

Só falta uma unidade maior de tema para se poder até dizer que esta compilação de contos é mais do que a soma das partes que a compõem. Não é. Mas, como as partes são todas entre o bom e o muito bom, a soma acaba por ser um dos melhores livros desta coleção. Nem senti falta do fantástico que, já se sabe, é a literatura que geralmente prefiro e está aqui ausente por completo.

Eis o que achei dos três contos:
Este livro foi comprado.

Sem comentários:

Enviar um comentário