quinta-feira, 27 de novembro de 2003

Spamesia (202)

No passado sábado foram 56 os spams que atravessaram os filtros, e neste bando mal comportado vinha um chamado "Free for a month":

Livre durante um mês

Durante um mês poderei fazer tudo o que queira
ser de novo magro e ágil, subir às árvores
e do cimo delas gritar para o mundo inteiro me ouvir
a voz e o que ela diz, todas as ideias recém-libertas
que não irão encontrar os entraves habituais
no trajecto que leva dos neurónios às cordas vocais

Durante um mês poderei fazer amor contigo e contigo
e também contigo e a ti recusar porque já não me apetece
porque já me aborrece ou simplesmente porque sim

Durante um mês poderei atirar a palavra assassino à cara
de todos os assassinos e chamar filho da puta a todos os
filhos da puta porque é sempre bom que eles saibam
que há quem os conheça e fale e tenha um mês
para ser livre e trancar o medo no mesmo cofre
que habitualmente guarda a coragem que me resta

E quando acabar o mês, farei uma grande festa
onde queimarei o resto da minha vida

Após provar a liberdade, deixa de ser possível
o regresso às prisões de todos os dias

Sem comentários:

Enviar um comentário