sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Lido: Cursed City ("degustação")

Cursed City (bib.) é uma antologia temática brasileira, concebida e organizada por M. D. Amado, cujos autores tiveram de usar como cenário aquele que o organizador concebeu: uma cidadezinha no Velho Oeste americano, situada algures no Texas, onde se cruzam os clichés dos westerns com os das histórias de terror sobrenatural. Não li o livro; li apenas um PDF de "degustação" que a editora disponibiliza nesta página, conjuntamente com outro material relativo ao livro. O PDF inclui dois contos (dos vinte que compõem a antologia) que, suponho, o organizador terá achado representativos do livro como um todo.

Este, enquanto objeto físico, tem todo o ar de ser coisa magnífica, ideal para aqueles bibliófilos que se deliciam com edições cuidadas. Não é o meu caso. Embora ache que esse é um caminho possível para as editoras combaterem a erosão do digital, interessa-me bastante mais o texto propriamente dito do que aquilo que o rodeia. Desde que os livros não mostrem erros de paginação e apresentem uma mancha gráfica agradável e um tipo de letra legível, dou-me por contente. Portanto, do ficheiro de "degustação" o que me interessa realmente são os contos propriamente ditos. Seria através deles que eu decidiria se teria muito ou pouco interesse em comprar o livro.

E os contos não me pareceram bons. Ambos têm aspetos interessantes, mas em ambos pareceu-me notar escritores ainda pouco experientes, ainda à procura do que para eles funciona ou não funciona. Apesar disso, e como tenho um fraquinho por aquele ambiente que me vem de velhas tardes de domingo passadas a ver televisão, fiquei com curiosidade sobre o modo como os outros autores o teriam explorado e, se fosse brasileiro e tivesse folga no orçamento, era provável que acabasse por comprar esta antologia.

Aqui fica o que achei dos dois contos que constituem o excerto:

Sem comentários:

Enviar um comentário