sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Lido: Hip, Hip, Hippies!

Hip, Hip, Hippies! é uma crónica-mesmo-crónica de José Saramago, na qual ele manifesta a sua esperança nas pessoas envolvidas no movimento, mas também o seu ceticismo. Apesar da relevância política que uma crónica assim teria tido em plena guerra colonial, hoje, como aliás acontece frequentemente com as crónicas que o são mesmo, pouco interesse lhe resta.

3 comentários:

  1. Fiquei curioso, mas talvez não tenha percebido bem. Quando foi ecrito esse texto? Há link?

    Agradecido José Simões

    ResponderEliminar
  2. Este texto foi escrito lá por 1969-1970 e que eu saiba não está na rede.

    ResponderEliminar