domingo, 31 de janeiro de 2010

Lido: O Honesto Mentiroso: Denis Zachaire

O Honesto Mentiroso: Denis Zachaire é um conto de Rhys Hughes que conta a história de um tal Denis Zachaire que, no mundo real, foi um alquimista do século XVI, filho de boas famílias da Aquitânia (sul de França), que desbaratou a fortuna da família na busca pela Pedra Filosofal e pelo Elixir da Juventude, acabando arruinado e a publicar uma autobiografia, na qual, ao mesmo tempo que acautela os outros contra seguirem o caminho autodestrutivo que ele seguiu, afirma ter sido bem sucedido nas suas pesquisas. No relato ficcionado de Hughes, Zachaire é um aldrabão que acaba por enveredar por uma carreira a desmascarar os outros vigaristas que se usam da alquimia como forma de aliviar a bolsa dos ingénuos, um pouco à semelhança do mágico-cético James Randi ou do duo Penn & Teller. Gostei, principalmente porque neste conto Hughes não envereda por uma imitação de texto histórico mas conta, realmente, uma história (na qual zurze sem misercórdia nos charlatães alquímicos, atirando-lhes para cima toneladas de ironia). O texto ganha logo outra vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário