domingo, 7 de março de 2010

Lido: Os Observadores

Os Observadores (bib.) é mais um dos tais continhos muito pequenos de Ray Bradbury que são usados para interligar os maiores no livro de que faz parte. Este, contudo, funciona perfeitamente sozinho, e na verdade precede o livro em alguns anos. Talvez por isso, é dos contos em que mais se sente a antiguidade, em especial na utilização de soluções tecnológicas que hoje nos parecem algo absurdas. Mas isso pouca importância tem: o importante é a atmosfera de desespero que é criada quando os colonos de Marte são informados de que na velha Terra, que já começavam a esquecer, rebentou a guerra e que são lá necessários. Não sendo dos melhores contos do livro, é nele muito importante.

Sem comentários:

Enviar um comentário