quarta-feira, 7 de abril de 2010

Lido: Despertar do Físico

Despertar do Físico (bib.) é um conto de Gerson Lodi-Ribeiro passado no universo do Taikodom, sobre um génio oriundo da Terra que é despertado duma longa hibernação porque um seu antigo estudante, baseado em Ceres, deparou com um problema na física dos pontos de salto interstelares e precisa da sua ajuda. Para isso, pede a uma sua assistente para pôr o velho cientista ao corrente daquilo que de mais relevante aconteceu em termos de desenvolvimentos científicos durante a sua hibernação, mas esta vai descobrir-se sexualmente atraída pelo velho terrestre peludo, o que a desconcerta.

É um conto que continua ainda muito preso à necessidade de introduzir o universo Taikodom a jogadores e leitores. Aliás, neste isso nota-se mais do que no primeiro conto do livro, porque, apesar do erotismo e da relação que se estabelece entre os dois protagonistas, aqui há menos história e mais explicação. É uma explicação que surge naturalmente — afinal, o terrestre esteve adormecido e é tão ignorante sobre o mundo do presente ficcional como o leitor — mas não deixa de ser explicação, não só sobre os aspetos físicos propriamente ditos da viagem intestelar (naquele momento um campo de investigação ainda muito jovem), mas também sobre as complexas relações entre os vários tipos de humanidade que o universo ficcional comporta. Ainda assim, o conto consegue manter-se interessante, e isso não é coisa de somenos.

Sem comentários:

Enviar um comentário