segunda-feira, 31 de maio de 2010

Lido: A Nova Verónica

A Nova Verónica é uma espécie de crónica com conto dentro, de José Saramago, na qual ele pede ao leitor para imaginar um mundo vazio de gente e dos animais que à gente servem de companhia e sustento, e a aterragem de uma nave com seres lá dentro, "desses que a ficção científica nos promete", como ele diz. E depois confronta esses extraterrestres com um muro, que haverá em Hiroshima, onde a bomba atómica terá delineado uma silhueta humana. E imagina a reação deles. É uma violenta acusação contra a desumanidade humana. Pessoalmente, teria gostado mais se fosse mesmo um conto, mesmo que tivesse a crónica lá dentro. Mas nunca seria tão curto como a crónica, e a ele, na altura, pagavam-lhe era para escrever crónicas, não contos.

1 comentário:

  1. tenho que dar uma leitura neste ...belo blogue . muita qualidade.

    ResponderEliminar