sábado, 13 de abril de 2013

Lido: Justiça do Acaso

Justiça do Acaso é um conto policial de Anthony Berkeley, do qual ainda não tinha lido nada. Trata-se de uma história policial bastante típica, mas também algo convoluta, cujo fulcro é uma caixa de chocolates envenenados que leva à morte, aparentemente casual, de uma mulher, deixando também o marido bastante doente. É uma daquelas histórias que funcionam como desafio às capacidades dedutivas do leitor (motivo que leva tantos dos fãs de policial a serem-no, afinal), e que vai seguindo a par e passo a investigação do detetive, neste caso um detetive amador que pega num caso que a Scotland Yard não consegue desvendar e, claro, o resolve. Não sou grande fã (nem conhecedor) do género, mas pareceu-me que o conto é eficaz no que pretende fazer. Não gostei muito, mas também não desgostei.

Conto anterior deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário