sexta-feira, 10 de maio de 2013

Lido: O Poeta

O Poeta é um conto curto de António Cabral que, socorrendo-se de cartas que teriam sido escritas pelo protagonista à mãe analfabeta, conta a vida e traça um retrato rápido mas que não deixa de ter profundidade de um jovem inconformado, o poeta a que o título faz referência. Gostei muito deste conto. Pela forma fluida como vai saltando de eposódio em episódio, numa narrativa não linear e semiepistolar, pela prosa de qualidade e pelo modo como, apesar da brevidade consegue descrever não só uma pessoa, como todo o seu entorno social, as suas contingências, e as diversas maneiras como estas influenciaram e determinaram aquela. Quando li a primeira história deste livro fiquei na dúvida sobre se Cabral seria, ou não, um bom contador de histórias. Pois bem, já tinha poucas, mas este conto desfez as que ainda restavam. É, sim senhor.

Textos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário