segunda-feira, 8 de junho de 2015

Lido: Fuga

Fuga (bibliografia) é um conto de Joel Puga que, ou muito me engano, ou tem muito de autobiográfico. Conta a história de um trabalhador informático (no mundo eletropunk criado nesta antologia existem computadores, mas não como os que temos hoje) que odeia o seu trabalho e sonha ser escritor. A história relata detalhadamente a rotina do protagonista e o momento em que recebe um convite de uma editora (um pouco aparentada com a Chiado, aparentemente) para assinar com ela um contrato. Momento de felicidade total, e lá vai ele.

Há demasiados pontos em comum entre o protagonista e Puga para ser coincidência. O conto beneficia disso? Bem, digamos que a personagem principal é credível, os ambientes também (o que só em parte é mérito dos escritores, tendo em conta o ponto de partida deste livro) e que existe uma ironia bastante palpável em todo o enredo. Por outro lado, Puga está longe de ser um estilista e há qualquer coisa na sua prosa que me insatisfaz. Mas o enredo funciona e o final é bom. Tudo somado, é mais um conto razoável.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário