sábado, 6 de maio de 2017

Lido: Rebellion

E eis que surge mais uma história portuguesa que está, tanto quanto sei, inédita em português. Tal como a outra, também esta foi escrita por uma mulher, Diana Pinguicha, mas é aqui que param os paralelos. Rebellion, que tem como subtítulo "a short story from Number Nine", o que faz supor que atrás dela se encontra uma série (igualmente inédita?) que provavelmente explora a protagonista aqui apresentada, passa-se num Novo Mundo futurista e aparentemente distópico e é razoavelmente intimista, consistindo de uma conversa entre uma fascinada jovem, Aisha, e Violeta, antigamente membro de uma unidade de soldados de elite geneticamente alterados denominada Os Onze. Detalhe: não se sai d'Os Onze, pelo menos com vida.

É uma história interessante, esta. Relata a forma como Violeta foi chegando à decisão de violar todas as regras e tentar abandonar a unidade e depois a forma como o faz, por entre sentimentos conflituosos (e reciprocados) por um dos camaradas. Não sendo propriamente uma obra-prima, é boa o suficiente para não ficar abaixo de outras histórias deste volume, desde que se ache (e eu acho, embora haja outras opiniões) que uma FC que se foca mais no humano do que no tecnológico ou no político (ou na tão venerada ideia) é absolutamente válida.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário