domingo, 16 de maio de 2004

150 mil provas

150 mil cidadãos israelitas, com alguns palestinianos à mistura, manifestaram-se ontem contra a política assassina de Sharon e do resto da extrema-direita israelita. São 150 mil provas. De quê, exactamente, é que já depende do ponto de vista.

Segundo a esquerda, de que o anti-semitismo é uma aberração.

Segundo a extrema-direita, mesmo a que se tenta fazer passar por democrática, de que há pelo menos 150 mil judeus anti-semitas.

Sem comentários:

Enviar um comentário