quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Em janeiro falou-se de...

No início do mês falei aqui de como a transferência do Ficção Científica Literária para formato blogue e as alterações a que isso levou permitem fazer mais facilmente algumas coisas que com a anterior versão eram complicadas. Um exemplo disso mesmo vem nesse post: a lista dos lançamentos anunciados em 2017. Mas porquê parar aí?

A verdade é que agora é tão fácil fazer isso como o que se segue: uma relação das obras de FC que receberam menção mais ou menos crítica durante o mês de janeiro que acabou de terminar. Segundo as definições de FC usadas pelo FCL, naturalmente: uma definição propositadamente lata.

Acho isto interessante por dois motivos:
  1. A lista de lançamentos anunciados está muito influenciada pelo marketing. Como é natural, as editoras que arriscam o seu dinheiro na edição (ao contrário das vanities) promovem os livros que põem no mercado e, com as parcerias, mas mesmo sem elas, os blogues vão atrás. Obras que não são promovidas passam com certa frequência despercebidas, o que leva a uma ideia algo distorcida do que está disponível por aí. E além disso...
  2. Aquilo de que se fala em blogues (e na imprensa) também é influenciado pelo marketing, pois algumas parcerias incluem não só notas de lançamento como também o envio das obras para leitura e crítica, mas esta é a única forma prontamente disponível para se avaliar o que as pessoas realmente leem, seja no que toca a edições portuguesas, brasileiras ou importadas.
Portanto, vamos lá? Depois de uma nota rápida para dizer que nas listas abaixo "conto" é tudo o que for menor que romance, incluindo portanto novelas e noveletas, e de outra para explicar que as listas estão ordenadas primeiro pelo último apelido do primeiro autor e depois por título, vamos lá.

Ah, sim, e depois das listas há mais notas.

Ficção portuguesa:
  1. Almanaque Steampunk 2017, org. ?
  2. Instintos, de André Alves (conto)
  3. A Escolha de Hobson, de João Barreiros, Ana Ferreira, Ana Margarida Gil, Ângelo Claro, Carina Figueiras, Filipa Jales, Hugo Oliveira e Marta Ribeiro (conto)
  4. Se Acordar Antes de Morrer, de João Barreiros
  5. O Algoritmo do Poder, de Pedro Barrento
  6. O Marciano Humanista, de Ricardo Dias (conto) 
  7. Livros que não Deviam ter Sido Escritos - XIV, de José Manuel Morais (conto)
  8. Mission in the Dark, de Bruno Martins Soares (conto)
  9. Conflitos Livrescos, de João Ventura (conto)
Ficção luso-brasileira:
  1. Vaporpunk, org. Gerson Lodi-Ribeiro e Luís Filipe Silva
Ficção brasileira:
  1. Dicionário de Línguas Imaginárias, de Olavo Amaral
  2. Bunker, de Luiz Bras (conto)
  3. Um Velho Engenheiro, de Luiz Bras (conto)
  4. Ventania, de Luiz Bras (conto) 
  5. Fuga, de Gabriel Cantareira (conto)
  6. Era uma Vez um Mundo, de Antonio Luiz M. C. Costa (conto) 
  7. Transfert, de Antônio d'Elía (conto)
  8. Febre Vermelha, de Francis Graciotto
  9. O Espelho, de Nelson Leirner (conto)
  10. George e o Dragão, de Álvaro Malheiros (conto)
  11. O Elo Perdido, de Jeronymo Monteiro (conto) 
  12. Desafio, de Ney Moraes (conto)
  13. Ninguém Nasce Herói, de Eric Novello
  14. Alec Dini e o Vórtice do Tempo, de F. R. Pan
  15. Páginas do Futuro, org. Braulio Tavares
  16. Homens Sob Medida, de Nelson Palma Travassos (conto)
  17. As Águas-vivas não Sabem de Si, de Aline Valek
  18. A Jornada de Tony Farkas, de R. G. Werther
Ficção lusófona e internacional:
  1. Dagon, nº 2, ed. Roberto Bilro Mendes
Ficção internacional:
  1. Bajo el Signo de Alpha, org. ?
  2. Isaac Asimov Magazine, nº 2, ed. ?
  3. The End Has Come, org. ?
  4. Flatland: A Romance of Many Dimensions, de Edwin A. Abbott
  5. O Contágio, de Megan Abbott
  6. O Avatar, de Poul Anderson
  7. The Gods Themselves, de Isaac Asimov
  8. O Conto da Aia, de Margaret Atwood
  9. The Drowned World, de J. G. Ballard
  10. Às Portas da Fantasia, de Robert Bloch e Ray Bradbury
  11. A Expansão, de Ezekiel Boone
  12. O Planeta dos Macacos, de Pierre Boulle
  13. Matem o Presidente, de Sam Bourne
  14. A Janela cor de Morango, de Ray Bradbury (conto)
  15. Aqui Haverá Tigres, de Ray Bradbury (conto)
  16. Gelo e Fogo, de Ray Bradbury (conto)
  17. O Dragão, de Ray Bradbury (conto)
  18. O Presente, de Ray Bradbury (conto)
  19. Origem, de Dan Brown
  20. Kindred - Laços de Sangue, de Octavia Butler
  21. A Coroa, de Kiera Cass
  22. A Idade do Ouro, de Arthur C. Clarke
  23. Areias de Marte, de Arthur C. Clarke
  24. Persepolis Rising, de James S. A. Corey
  25. Jurassic Park, de Michael Crichton
  26. Demolidor: Homem sem Medo, de Paul Crilley
  27. Uma Dobra no Tempo, de Madeleine l'Engle
  28. Neuromancer, de William Gibson
  29. Alien: Rio de Sofrimento, de Christopher Golden
  30. Sangue por Sangue, de Ryan Graudin
  31. A Mão Esquerda das Trevas, de Ursula K. Le Guin
  32. Duna, de Frank Herbert
  33. Não me Abandone Jamais, de Kazuo Ishiguro
  34. A Quinta Estação, de N. K. Jemisin
  35. As Terras Devastadas, de Stephen King
  36. Belas Adormecidas, de Stephen King e Owen King
  37. O Bazar dos Sonhos Ruins, de Stephen King
  38. Sob a Redoma, de Stephen King
  39. A Floresta Sombria, de Cixin Liu
  40. O Problema dos Três Corpos, de Cixin Liu
  41. Lovecraft - Medo Clássico, vol. I, de H. P. Lovecraft
  42. A Estrela da Meia-Noite, de Marie Lu
  43. Caçador em Fuga, de George R. R. Martin, Gardner Dozois e Daniel Abraham
  44. Histórias de Aventureiros e Patifes, org. George R. R. Martin e Gardner Dozois
  45. Mulheres Perigosas, org. George R. R. Martin e Gardner Dozois 
  46. Winter, de Marissa Meyer
  47. Alien: Mar de Angústia, de James A. Moore
  48. Altered Carbon / Carbono Alterado, de Richard K. Morgan
  49. Broken Angels, de Richard K. Morgan
  50. Woken Furies, de Richard K. Morgan
  51. O Motivo, de Patrick Ness
  52. Histórias Extraordinárias, de Edgar Allan Poe
  53. Os Melhores Contos de Edgar Allan Poe, de Edgar Allan Poe
  54. O Prestígio, de Christopher Priest
  55. A Sétima Praga, de James Rollins
  56. As Brigadas Fantasma, de John Scalzi
  57. More Happy than Not, de Adam Silvera
  58. O Projeto Rosie, de Graeme Simsion
  59. O Médico e o Monstro, de Robert Louis Stevenson
  60. Piquenique na Estrada, de Arkádi e Boris Strugátski
  61. Autoridade, de Jeff VanderMeer
  62. Vinte Mil Léguas Submarinas, de Jules Verne
  63. Chronos: Viajantes do Rempo, de Rysa Walker
  64. A Piada Infinita, de David Foster Wallace
  65. Até ao Fim do Mundo, de Tommy Wallach
  66. Artemis, de Andy Weir
  67. O Livro do Juízo Final, de Connie Willis
Não-ficção brasileira:
  1. A Fantástica Jornada do Escritor no Brasil, de Kátia Regina Souza
Não-ficção internacional:
  1. The Universe Next Door, org. ?
  2. Twin Peaks: The Final Dossier, de Mark Frost
  3. O Mito da Singularidade, de Juan-Gabriel Ganascia
  4. Tecnologia versus Humanidade, de Gerd Leonhard 
Algumas notas finais:

Pelo menos durante este mês de janeiro, falou-se (e portanto presumivelmente leu-se) muito pouco de ficção científica lusófona. Não só os textos listados são na sua grande maioria contos, como estes são numa boa proporção fruto das minhas próprias leituras. Retirando o que eu li e não compõe um livro, tanto a lista de portugueses como a de brasileiros só teriam 7 entradas. Para fazer o mesmo exercício à dos autores internacionais basta retirar os contos do Bradbury e dá 62. A diferença é imensa, muito maior do que a diferença que existe na quantidade de lançamentos.

Pode ser que isto seja algum desvio estatístico deste mês em concreto, mas duvido. Seja como for, se eu resolver fazer este exercício também para os meses seguintes, saberemos. Seria interessante ver estas quantidades subir; que acham?

Sem comentários:

Enviar um comentário