sábado, 16 de fevereiro de 2013

Novos hífenes

As novas regras da hifenação tiveram como resultado o desaparecimento de centenas de hífenes da língua portuguesa, e desde logo o mais absurdo de todos: o hífen em "há-de" (por que raio se há de hifenar "há de" se não se hifeniza "terá de"?!). Mas também criaram alguns novos.

Assim, há, no Vocabulário da Mudança, 25 casos de palavras que não eram hifenadas e passaram a sê-lo. Tal como acontece com os hífenes preexistentes, também aqui a mudança é feita em conjunto e com uma uniformidade que só não é total porque algumas palavras incluem também alterações que têm a ver com outras regras. Os números são:
  • São 2 os casos de grafias divergentes que passam a grafias múltiplas.
  • São 21 os casos de grafia única que continua a ser única.
  • Não há casos de divergência.
  • São 2 os casos de convergência, um para a forma anteriormente usada no Brasil, o outro para uma forma nova.
E não há mais nada a dizer sobre os números deste caso. São baixos, mais também são bastante claros.

Sem comentários:

Enviar um comentário