quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Lido: Gozo Doloroso

Gozo Doloroso é outra vinheta de ficção científica de Luiz Bras, que, numa prosa tão poética que é quase poema, nos apresenta algo que poderia ser etiquetado como distopia sexual em realidade virtual. Um continho literariamente forte o suficiente para o meu eterno desejo de maior desenvolvimento sempre que acho que as ideias têm pano para mangas (e é o caso) ficar atenuado. Esta ideia daria um bom texto mais extenso? Daria. Mas neste texto curto também está bastante bem explorada.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário