sábado, 26 de dezembro de 2015

Lido: Uma Rapariga de Red Lion, P.A.

Uma Rapariga de Red Lion, P.A. é um conto interessante de H. L. Mencken, de quem eu julgo nunca ter lido nada até este momento, sobre uma rapariga do campo, com todo o ar de criatura boa e reputada, que um belo dia chega à estação de caminho de ferro de Baltimore, procura o cocheiro mais digno de confiança que consegue encontrar e lhe pede para a levar imediatamente a... uma casa de má reputação. A incongruência do ato faz erguer sobrolhos a todos os que ficam ao corrente dele, e o conto vai avançando entre a ingenuidade da moça e o conhecimento do mundo dos pecadores que a rodeiam, até à explicação do motivo por que a rapariga teria vindo de Red Lion, Pensilvânia, para fazer o que fez.

O conto é interessante, em particular pelo modo como lida com a marginalidade, e tem em si uma certa ironia, mas dificilmente lhe chamaria "comédia." E também não é daqueles contos que me enchem as medidas. É um conto de época, datado, com o grande mérito de se afastar decididamente de moralismos mais ou menos bacocos (ainda que vastamente maioritários na época), mas que não me pareceu lá muito bem construído. Gostei, mas não muito.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário