domingo, 21 de janeiro de 2018

Lido: Um Velho Engenheiro

Um Velho Engenheiro é um miniconto (poema?) de Luiz Bras sobre os perigos da construção de androides. Especialmente de androides chamados J4N3. E isto já é mais longo que o miniconto (poema?) propriamente dito.

É uma micro-história eficaz e divertida e de um texto deste tamanho não se pode esperar muito mais do que isso, a menos que se trate de algum exemplo completamente fora de série da arte. Este não o é. É bom, mas não fora de série.

Textos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário